tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Quem Somos Nós...O que fazemos Nós...

Pastora Márcia nascimento


Professora, psicopedagoga clínica e institucional,musicista, técnica em computação. Estrategista em missões transculturais.
Presidente da Fundação Red Horses- Para conhecer mais acesse www.redhorsesgroup.blogspot.com.

Contribuições:
Banco Bradesco -Ag 1599-7
conta 0211827-0

Marcia Maria Nascimento de Souza

Você se Importa...

DOAÇÕES

Notícias SBB

Um Milagre para Guiné Bissau

Quem sou eu

Minha foto

 ministra do evangelho, com experiência e alvos relacionados a missões nacionais, culturais e transculturais, bem como transnacionais.

Ministrar a mulheres em situações de risco.Treinar mulheres na Costa Oeste Africana, para geração de renda e melhoria da educação formal e familiar.

Seguidores

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Solidão...



Taxe este Blog
0 Avaliações
 
















Solidão, eu sei o teu nome...
Dentre tantos sentimentos, talvez um dos mais temidos pelas pessoas, seja a solidão.
Incrivelmente ela não está diretamente relacionada ao número de pessoas que podem nos cercar... Você pode estar em família, cercado por uma multidão, no teatro ou no deserto, na igreja ou no campo... e ainda assim  estar solitário.
Às vezes aquilo em que acreditamos ou a causa que abraçamos, nos fazem seres solitários...
Escolhas que fazemos também podem nos conduzir a solidão...
Pessoas que estão de nosso lado, podem estar apenas fisicamente... mas nunca alcançam o que queremos dizer... não enxergam nossas lágrimas, não sentem nossas dores.
Uma das coisas que mais deixam  as pessoas perplexas, quando são parentes ou amigos de pessoas que suicidaram-se,  é o inusitado da situação... Elas dizem, nunca percebí, não havia sinais, parecia estar tudo bem...
Alguns tipos de dores gritam tão alto, quanto as mais altas notas musicais que simplesmente se tornam imperceptíveis aos ouvidos humanos naturais... É preciso ouvir com o coração.
Com o coração interessado verdadeiramente na dor do outro... no mundo do outro...
Pensemos bem, quem temos sido nós uns para com os outros...
Às vezes, diante de nós, está alguém que sorri para não chorar...
Às vezes, temos diante de nós oportunidades ímpares, de amar de compreender, de abraçar... mas escolhemos olhar soomente para nós.
O mal deste século, dizem os médicos, é a solidão, a depressão, o pânico. Pessoas com medo de viver, porque viver para elas é sinônimo de dor, mundo vazio, pessoas vazias, sentimentos frívolos que não resistem ao teste do tempo, do amor sacrificial, do desinteresse... "Nunca te deixarei, Jamais te desampararei", é a promessa que Ele nos fez... (Hebreus)
Que possamos nos Abrigar nEle. Mas se puder, se você puder... seja as mãos dEle, a boca dEle, os pés dEle.
Livre os cativos, abrace os oprimidos, acolha os feridos que jazem à beira da estrada, feridos pela vida...


Pra. Márcia Branco

Nenhum comentário:

ADOTE ESTE POVO:

Os fulas eram pastores de gado e ovelhas que no século XV entraram no ocidente da África. Alguns ficaram e passaram a dedicar-se à agricultura adotando a organização social dos mandingas e dos chamados fulacundas ou fulaforros. Devido a uma guerra travada no século XIX outros fulas vindos do norte começaram a imigrar com escravos de origens distintas chamados fulas "negros". Isso resultou em uma sociedade de classes estratificadas sendo os fula forros os "livres" e os fulacundas os "escravos"

Estatísticas

O POVO

Nome do Povo: Fulacunda
País: Guiné-Bissau
Sua língua: Fulacunda
População: 180000
Maior Religião: Islamismo
Cristãos: .03%
Escrituras disponíveis em sua Língua: Porções Bíbl
Evangélicos (desse povo no país): 70 (.04%)
.

Carta da Missionária Eugênia : Guiné- Bissau!

De:
Eugenia Yatibuto Bedeslei

A paz do Senhor!
Boas Festas e feliz 2010.
Peço desculpas pelo silêncio prolongado da minha parte é porque não
foi nada fácil o último trimestre passado, senti mesmo a força das
vossas orações me sustentando. O médico aqui descubriu que o meu pai
estava com tumor mas aqui na Guiné não tem aparelhos para descobrir se
o tumor é maligno ou não e eu não tenho recursos para levar o meu pai
para fora do País, foi muito difícil para mim, mas como ele estava com
muitas dores, orei e depois Deus tocou no coração de um irmão e ele me
emprestou o dinheiro aí liberamos o médico para fazer cirurgia e
graças a Deus correu bem eu creio, simplesmente eu tenho que crer e
mais nada. Graças as vossas orações estamos aqui indo na graça de
Deus.
Estamos indo muito bem nos encontros das Filhas de Sara mas este ano
decidimos colocar esses encontros uma vez por mês porque as irmãs
todos os sábados tinham que estar fora das suas casas porque tem
outras actividades além das Filhas de Sara e aquelas que são casadas
com homens que não são crentes estavam tendo problemas com seus
maridos. Orem por nós aqui porque o diabo está atacando muito as irmãs
porque o trabalho está correndo muito bem mas não vamos temer o diabo
com seus demónios já estamos certas de que já vencemos simplesmente
temos que ser prudentes.
Orem muito pelas irmãs: Muscuta, Elimiana e Marlem. A Marlem o marido
bateu nela no sábado passado dia 9 do corrente e deixou ela fora de
casa durante a noite e eu sem poder fazer nada simplesmente estava
orando a noite e falando com ela durante a noite para a encorajar
porque ela estava muito triste e desanimada. Orem todos os dias por
nós principalmente por essas irmas e seus maridos, está muito
complicado e muita coisa pra mim.
Amo muito vocês e acredito muitas irmãs viram para o nosso acampamento
para ajuntar-se conosco e nos ajudar. Até breve se Deus quiser.
Sejam sempre perseverantes na ob ra do Senhor ... Coloss. 3:23. Neemias 4:20