tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Quem Somos Nós...O que fazemos Nós...

Pastora Márcia nascimento


Professora, psicopedagoga clínica e institucional,musicista, técnica em computação. Estrategista em missões transculturais.
Presidente da Fundação Red Horses- Para conhecer mais acesse www.redhorsesgroup.blogspot.com.

Contribuições:
Banco Bradesco -Ag 1599-7
conta 0211827-0

Marcia Maria Nascimento de Souza

Você se Importa...

DOAÇÕES

Notícias SBB

Um Milagre para Guiné Bissau

Quem sou eu

Minha foto

 ministra do evangelho, com experiência e alvos relacionados a missões nacionais, culturais e transculturais, bem como transnacionais.

Ministrar a mulheres em situações de risco.Treinar mulheres na Costa Oeste Africana, para geração de renda e melhoria da educação formal e familiar.

Seguidores

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O Sândalo,O Machado e O Pastor Jubilado...

O sândalo e o machado e o pastor jubilado
            Anos quarenta. Cabelos brancos e os solenes casaco preto e calças listradas – trajes usuais nos homens da geração anterior –, de quando em quando ele aparecia lá em casa nos meus dias de menino. Geralmente com duas grandes valises, pesadas de tanto vidro que traziam: eram quadrinhos simples, feitos com gravuras recolhidas lá e acolá e coladas sobre um fundo branco onde estavam escritas, com normógrafo e lápis crayon, frases bonitas, muitas das quais versículos bíblicos; o contorno era um largo “passe-partout” preto. Ele fora pastor de meus avós e morava então na região serrana do Estado. Jubilado, viajava para visitar antigas ovelhas e, para ajudar na singela aposentadoria, vender os quadrinhos: me lembro da imagem de um deles: uma caravela num mar revolto; do outro, só da legenda: “Seja como o sândalo, que perfuma o machado que o fere”.
            Essas imagens sempre se acendem em minha memória para lembrar do cuidado que deve ser dispensado àqueles que se dedicam à pregação do evangelho. É verdade que de um modo geral os novos tempos trouxeram melhor e mais confortável situação para os pastores locais, mais compatível com a dignidade da altíssima missão que desempenham.
            Dói-me, no entanto, o coração ver que o mais das vezes não acontece o mesmo com nossos missionários. Não sei por que a igreja, como um todo, não costuma prover o sustento dos missionários em moldes semelhantes aos de seus pastores locais, obrigando aqueles a cavar sua própria manutenção nas muitas comunidades que vão visitando para divulgar o trabalho. A pulverização das fontes de sustento traz o grande desconforto de o missionário normalmente ter de sacrificar as férias no Brasil para visitar em outras cidades as igrejas que o sustentam, a fim de lembrar-lhes que ele ainda está vivo e que ainda está trabalhando. Ademais, acontece por vezes de esse sustento ser suspenso por motivos diversos: um deles é durante o período de férias do missionário, sob a alegação de que a manutenção é só para missionário no campo; outro motivo é porque a igreja local resolveu priorizar construções ou reformas; outro ainda é porque muda o pastor da igreja local, e o novo não tem visão missionária.
            Por que isso? Será que, egoisticamente, estamos pensando que missionários são como madeira de sândalo, e que nos comprazemos em ficar perfumados enquanto os ferimos?
                                                                                  Antônio Carlos W. C. de Azeredo

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Sharia: tentativas de implantá-las no reino Unido...

(Foto Henri Juanda/AP UOL)


Notícias
1/8/2011 - 15h46

Ingleses rejeitam a ideia da implementação da sharia no país
 
INGLATERRA (*) - Os moradores locais estão rejeitando as tentativas feitas por fundamentalistas islâmicos para aplicar a lei da Sharia no leste de Londres. Cartazes colocados em alguns bairros londrinos diziam que ‘ali era aplicada a lei da Sharia’.

A campanha está sendo orquestrada por um grupo fundamentalista de muçulmanos, que querem, a todo custo, estabelecer estados independentes muçulmanos no Reino Unido. No entanto, residentes locais não compactuam com tal ideia.

Abdul Rehman, um muçulmano de 56 anos de idade e de origem paquistanesa, disse: “Eles deveriam ir para um país muçulmano, se querem viver sob essas leis. Esta atitude não tem lugar dentro do Reino Unido.”

Redzz, um músico de 24 anos de idade, disse também: “É uma pequena minoria de muçulmanos que querem leis como essa. As pessoas têm direito de expressar suas opiniões, mas não devem tentar dizer às outras como devem viver.”

Os ingleses dizem que, para se viver no Reino Unido, deve-se obedecer às leis do Reino Unido, e não criar novas leis.

Abu Izzadeen, um dos apoiadores do estabelecimento da Sharia, insistiu que ela é necessária. “Seria alterado somente para os moradores islâmicos que vivem em Waltham Forest. Por que não? Nós precisamos da Sharia.”

O conselho de Waltham Forest ordenou que fossem retirados os cartazes e está tentando ver, pelas imagens de circuitos internos, quem são os responsáveis por pendurar os cartazes em questão.

Tradução: Lucas Gregório
fonte: Christian Institute 


quinta-feira, 7 de julho de 2011

Olhando para os filhos de Ismael...


Aconteceu...Nos encontramos para conversar, orar, sonhar, confronto de idéias, de ideologias, construir, descontruir, e  construir outra vez, conhecimentos acerca da descendência de Abraão em Ismael...Foram para o deserto com Agar ainda nos lombos de seu pai Ismael, mas o Eterno os amou e lhes deu um destino e uma herança...Agora precisam voltar para debaixo das tendas de Abraão,  por meio de Jesus Cristo.Quem os convidará? quem os guiará no camino de volta, agora filhos de ABRAÃO UMA VEZ MAIS POR MEIO DA FÉ? QUEM IRÁ?
Obrigada a todos que oraram, contribuiram e apoiaram....


quinta-feira, 16 de junho de 2011

CRISTÃOS TORNAM-SE ESCRAVOS POR DÍVIDAS NO PAQUISTÃO. OREMOS....

23/08/2008 The News, Paquistão

Clipping: Servidão por dívida: um sofrimento que nunca terminou na província do Sindh

Por Jan Khaskheli, de Karachi
Celebra-se neste dia 23 no mundo inteiro o Dia internacional (ONU) de lembrança do tráfico de escravos e de sua abolição. No Paquistão, algumas entidades da Província do Sindh promovem ações expressando solidariedade àqueles que ali, até os dias de hoje, estão levando uma vida de miséria debaixo da servidão por dívida.
Membro da Organização para o Desenvolvimento Rural Verde (GRDO), uma entidade que luta pelos direitos dos Haris (trabalhadores rurais escravizados) e trabalha para sua libertação, Dr Haider Malokhani relatou à reportagem que, em algumas áreas, os Haris ainda continuam acorrentados durante o trabalho e são mantidos presos em celas nas fazendas dos seus donos feudais. São vários os casos em que mulheres e homens de uma mesma família são mantidos separados durante a noite. Segundo relatos, fazendeiros já têm vendido para fora umas meninas, filhas de Haris, cobrando um preço igual ao valor de suas dívidas.
A servidão por dívida é a forma contemporânea da escravidão na qual o dono da fazenda, da olaria ou de qualquer empreendimento proporciona aos seus trabalhadores (haris, oleiros ou outros) um empréstimo sob a forma de adiantamento de dinheiro; em seguida estes têm seus direitos confiscados. Eles têm que laborar desde a madrugada até o crepúsculo, ou tanto quanto o dono quiser. Há restrições à sua mobilidade. Não podem exigir o pagamento de salários conformes aos padrões em vigor na agricultura ou no setor de olaria. Os patrões justificam sua posição alegando que os trabalhadores estão em dívida com eles e estão sem condições de quitar essa divida. No entanto, contradizendo essa tese, militantes de direitos humanos afirmam que os próprios donos de terra estão sonegando aos seus agregados a parte que lhes cabe na produção das lavouras. Por isso o valor das dívidas contraídas vai multiplicando a cada dia que passa enquanto famílias inteiras trabalham sob o fardo da dívida. Mulheres e crianças são inclusive as mais afetadas por este sistema.
Em violação com as leis existentes, em Sanghar, Umarkot, Mirpurkhas e partes dos departamentos de Badin e de Thatta, um punhado de fazendeiros influentes adotaram regras estritas para privar as famílias pobres de sua quota nas colheitas e assim mantê-las à força na fazenda. Citando a Pesquisa sobre a Agricultura no Paquistão, Haider Malokhani disse que cerca de 1,8 milhão de Haris estão sob o regime de servidão por dívida nestes cinco departamentos e que, até hoje, em torno de 35 mil deles foram resgatados pela ação de autoridades públicas, partidos políticos ou outras entidades da sociedade civil.
Segundo informam os ativistas, 90% das comunidades vítimas pertencem a minorias étnicas ou religiosas tais como Bheel, Kolhi, Manghwars e Cristãos, ao lado de algumas famílias Muçulmanas marginalizadas. Especialmente em povos Indus pertencentes a baixas castas, famílias recorrem a empréstimos de dinheiro junto aos seus donos de terra só para ter como garantir a vivência de seus costumes.
A dívida é como que uma teia de ferro na qual o pobre fica preso. Na sequência dos pais, os filhos e as filhas passam a ser presos na teia e permanecem escravos para o resto da vida. Os fazendeiros fixaram limites à capacidade de endividamento de cada pessoa. Se a família inteira, nela incluindo a criança de 5 anos, passa deste limite, o pai pode vir a ter que solicitar novo empréstimo em nome de uma criança ainda não nascida.
Infelizmente não existe nenhuma lei para tirar essa gente de um tratamento tão brutal e desumano. Não podem gozar dos direitos que a Constituição do país lhes reconheceu. No entanto, segundo os ativistas, o Dr Iftekhar Mohammed Choudhry, ex- Procurador Geral da República (nb: ele foi cassado pelo então Presidente Pervez Musaharraf) tem chamado para si a iniciativa de autuar certos grandes proprietários, forçando-os a libertar imediatamente famílias escravizadas.
Ishaque Mangrio, contista, escreve que a cada vez que uma calamidade natural atinge alguma região, causando enormes perdas nas lavouras, o governo decreta indenizações para as populações afetadas, mas estas somente beneficiam os fazendeiros e nunca seus agregados, embora supostamente meeiros com igual direito na produção. Segundo ele, a Lei de Aforamento de Terra de 1972 estipulou que o proprietário deve contribuir com a semente e com 50% do total das despesas nas lavouras de arroz, trigo ou cana-de-açucar e na colheita do algodão. Mas os proprietários violam a lei e colocam a integralidade dos encargos sobre os pequenos agricultores. Por ironia, mesmo após a introdução de maquinário na agricultura, estes continuam assumindo a totalidade das despesas das culturas.
Ao comentar a situação atual, Heider Malokhani disse que o governo do Sindh, do PPP (Pakistan Peoples Party, partido da falecida Benazir Bhutto), anunciou, alguns dias atrás, a distribuição de terras públicas a camponeses sem terra, mas ainda não se sabe o quanto dessas terras será destinado à reabilitação de agricultores egressos da escravidão. Além disso, o governo alocou um fundo de 100 Milhões de rupias para os Comitês de Vigilância Distritais (DVC) e promulgou uma Lei de Abolição do Sistema de Servidão por Dívida, mas esses esforços não trouxeram por enquanto nenhuma mudança significativa na vida dos agricultores retirados da escravidão.
Para celebrar o dia internacional de lembrança do tráfico de escravo e de sua abolição, GRDO organiza, em Hyderabad, uma Convenção dos operários de olarias para domingo 24 de agosto, pois estes enfrentam problemas semelhantes. Espera-se a participação de cerca de 400 delegados vindo de todo o país.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Missões: Há alguém do outro lado da corda?

Amados irmãos, compartilhamos com você, a oportunidade de participarmos deste precioso treinamento, essencial para nós que acontecerá este mês. Estamos em campanha e os que puderem contribuir, entrem em contato conosco. Há alguém segurando as cordas? Há alguém do outro lado da corda? Que possa segurá-la para nos ajudar a ir?
Deus continue ricamente vos abençoando...
CONTRIBUIÇÕES: BRADESCO AG- 1597- C/C 0211827-0

MARCIA MARIA NASCIMENTO DE SOUZA

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Comunidade cristã em Nazaré corre risco de extinção  
   
 
Igreja Cristã em Nazaré  
ISRAEL (*) - Um membro do alto clérigo católico na Terra Santa diz que a comunidade cristã está sofrendo perigo de extinção em Nazaré, cidade árabe-israelense, onde os cristãos acreditam que Jesus passou sua juventude.

O bispo Giacinto Boulos Marcuzzo disse que muitos cristãos, que são minoria, já começaram a emigrar para outras regiões, em razão das tensões religiosas com os islâmicos locais, que tentaram construir uma mesquita próxima à igreja principal da cidade.

Israel encerrou o projeto da mesquita em 2003 e desde então a cidade tem estado calma. Mas o bispo Marcuzzo afirma que, na região, as ameaças continuam contra as comunidades cristãs, onde a primeira igreja foi construída muito tempo atrás.

O bispo Marcuzzo ainda disse que a emigração dos cristãos que estão deixando Nazaré coloca em risco a sobrevivência da comunidade cristã nesse local de grande importância bíblica.

Ele também diz que a principal causa da emigração é a criação de uma campanha islâmica para aumentar seu poder político em Nazaré. “Nosso problema não é não existir paz, nem justiça ou igualdade entre as pessoas”, disse Marcuzzo.

A tensão explodiu em 1997, quando os muçulmanos montaram uma tenda de oração próxima da Basílica de Nazaré da Anunciação, localizada onde os cristãos acreditam que um anjo disse a Maria que ela daria à luz a Jesus.

Os líderes cristãos se organizaram para que o local fosse preservado para ser uma praça para turistas. Essa ideia irritou alguns muçulmanos, que se revoltaram em Nazaré, no domingo de Páscoa em 1999, quando quebraram e destruíram casas e carros de propriedade de cristãos.

“Para nós, esse problema causou essa reação: muitas famílias querem ir embora, porque a vida se tornou muito difícil aqui em Nazaré, desde aqueles dias até hoje”, afirmou Marcuzzo.

Tradução: Lucas Gregório

* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo http://www.portasabertas.org.br/.

Fonte: Voa News
 

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Trabalhando com as mãos Para Prover as Necessidades...

Graça e Paz!
Amados, estamos em campnah de forte mobilização para custearmos nosso período de formação intensiva que nos capacitará a servir a Des melhor dentro do contexto delicado da Janela 10/40.
Acontecerá em Belo Horizonte , na base da missão CEM. Para tanto como Paulo o apóstolo, muitas vezes teve de fazer, estamos levantando sustento para este período , produzindo e vendendo artesanato. Esta foto não é de um trabalho meu, é só uma ilustração, mas temos toalhas de banho personalizadas, tapetes, almofadas,bolsas, etc..Você pode nos  patrocinar comprando, e podemos enviar peols correios.Fazendo isto você estará segurando as cordas para completarmos nossa formação tão preciosa para o contexto transcultural em que viveremos como família. Podem nos contactarm em Recife pelo 081-86354564
.
Desde já agradecemos as orações e o apoio.

domingo, 15 de maio de 2011

No Caminho de Emaús...II

Jesus, agora ressuscitado, Deus homem glorificado,Decide ir como um peregrino, um terceiro viajante, um "estranho no caminho de Emaús". Ele não se ausenta dos viajantes ressentido por suas dúvidas inquietações, após terem caminhado juntos por tanto tempo;antes oculta-se aos seus olhos e toma parte numa viagem de aproximadamente 11 kilômetros a pé, ouvindo suas dúvidas , já tão conhecidas...
que Deus é esse, que por amor ignora a falta de fé, de visão, de perspectiva, e tran sforma-se em um de nós...percorre a distância necessária entre a dúvida e a fé, entre a descrição de um profeta, á certeza de que ele é Deus, entre Jerusalém e Emaús...
Após escutá-los, Jesus poderia apenas ter proclamado sua ressurreição de maneira rápida, gloriosa, quem sabe, num único momento; mas escolheu alicerçar de uma vez por todas a fé daqueles homens, e começando pela Lei ( os cinco primeiros livros do antigo tetamento) e pelos profetaas, descreve tudo o que acerca dele mesmo estava escrito ....
Eu imagino quando ele poderia ter falado do cordeiro que  vestiu a Adão e Eva lá no Eden, ter falado do substituto do sacrifício de Isaque, em Moriah, onde séculos mais tarde Ele , Jesus se entregou como o supremo sacrifício...imagino quando ele argumentou ao mostrar as semlhanças no sistema sacrificial e Ele, o cordeiro era oferecido no tabernáculo á hora nona..Jesus morreu á hora nona...O cordeiro que levava o pecado padecia fora das portas da cidade, Jesus também...
O Tabernáculo em uma vista aérea tem um formato de cruz...O véu que separava o lugar santo, do lugar santíssimo, rompeu-se á hora nona....quanto ele pode ter dito...OQUE EU DARIA PARA ESTAR LÁ, OUVINDO DEle...
As palavras dele punham fogo no coração daqueles homens, e no partir do pão, Ele se deu a conhecer...
A  comuhão do pão, a comunhão da vida...Ele se fez um de nós,para os tornar um com Ele. que tenhamos o sentimento que houve nEle.

No Caminho de Emaús...

Outro dia me deparei com a precisa narrativa de Lucas e me dei conta de algumas coisas....
Meu coração ardeu outra vez e considerei ser importante compartillhar....

Voltei no tempo , e tentei remontar o cenário completo desta marcante história. Dos dois homens que estavam no caminho, quase nada sabemos, a não ser que um deles chamava-se Cleopas, que haviam estado com Jesus e os discípulos por tempo considerável, de maniera que conheciam e haviam vivenciado de perto a história que ora discutiam...
Estavam a caminho de Emaús,realizando a viagem inversa...Emaús aquela altura já não era  uma grande cidade, esta havia sido quase que totalmente destruída, quando da dominação romana, mas um pequeno vilarejo, para onde aqueles homens cansados e confusos agora fugiam..EMAÚS  quer dizer lugar de águas quentes. Mas seus coraçoes  estavam debaixo do   rigoroso frio da dúvida....
SEGUE A NARRATIVA DE lUCAS
 E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta  estádios, cujo  nome era Emaús, E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido.
E aconteceu que, indo eles falando entre si, e fazendo perguntas um ao outro, o mesmo Jesus se aproximvam debaixo do frio pavor....ou, e ia com eles.
Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem.
E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes?
E, respondendo um, cujo nome era Cléopas, disse-lhe: És tu só peregrino em Jerusalém, e não sabes as coisas que nela têm sucedido nestes dias?
E ele lhes perguntou: Quais? E eles lhe disseram: As que dizem respeito a Jesus Nazareno, que foi homem profeta, poderoso em obras e palavras diante de Deus e de todo o povo;
E como os principais dos sacerdotes e os nossos príncipes o entregaram à condenação de morte, e o crucificaram.
E nós esperávamos que fosse ele o que remisse Israel; mas agora, sobre tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram.
É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro;
E, não achando o seu corpo, voltaram, dizendo que também tinham visto uma visão de anjos, que dizem que ele vive.
E alguns dos que estavam conosco foram ao sepulcro, e acharam ser assim como as mulheres haviam dito; porém, a ele não o viram.
E ele lhes disse: O néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!
Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?
E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.
E chegaram à aldeia para onde iam, e ele fez como quem ia para mais longe.
E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles.
E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu.
Abriram-se-lhes então os olhos, e o conheceram, e ele desapareceu-lhes.
E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?
E na mesma hora, levantando-se, tornaram para Jerusalém, e acharam congregados os onze, e os que estavam com eles,
Os quais diziam: Ressuscitou verdadeiramente o Senhor, e já apareceu a Simão.
E eles lhes contaram o que lhes acontecera no caminho, e como deles fora conhecido no partir do pão

continua....

terça-feira, 10 de maio de 2011

Ele me Carregou desde O Ventre de minha mãe...

Dentre as perguntas que mais nos fazemos,( mesmo secretamente,´) e os fantasmas que teimam em nos assustar Á luz do dia, está: " por que nascemos"?  Será que fui amado planejado, esperado? ou um inesperado problema para quem não me desejou, planejou?

Os amores que vivemos ao logo da vida, nenhum deles é completo em si mesmo. O amor de pai ou de mãe,sempre serão falhos...De filhos e maridos também...
Pessoas  a quem devotamos nossa lealdade, não nos dão lealdade de volta...

Mans nesse cenário árido de dúvidas, incertezas, surge de volta, trazido à nossa mente uma promesa feita por Deus inicialmente a Israel ( e agora nós nos tornamos o Israel de Deus por meio da fé)..
.
3  Ouvi-me, ó casa de Jacó, e todo o restante da casa de Israel; vós a quem trouxe nos braços desde o ventre, e sois levados desde a madre.
4  E até à velhice eu serei o mesmo, e ainda até às cäs eu vos carregarei; eu vos fiz, e eu vos levarei, e eu vos trarei, e vos livrarei. Isaías 46:3,4.


.Que preciosa promessa....seria possível a alguem segurar no colo o bebê que ainda não saiu do ventre de sua mãe? Para Deus o é...Ele já nos amparava e acolhia desde o ventre de nossas mães...e ainda quando formos velhos continuará a carregar-nos...Nossos cabelos brancos não o desanimarão, nossas rugas, não farão arrefecer o seu amor. Com esta certeza sigamos  confiantes neste mundo de tanta incerteza...
Pra Márcia Branco

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Guiné Bissau: Campo Missionário da Família Branco

Contagem Regressiva, para Guiné Bissau!
Nossa família continua se preparando para atender aderquadamente ao chamdo do Todo Poderoso, e servir aos nossos irmãos da mellhor maneira.

 Convidamos vocâ  a conhecer melhor o nosso projeto, que na fase inicial nos levará por 4 anos a esta nação.
Já estivemos anteriormente em viagens de curto período e pesquisa, mapeamento sociológico, a fim de traçarmos diretrizes com a coordenação do EspíritoS, apoio dos Parceiros em Missões e de nossa igreja, bem como de outros parceiros que Deus está a levantar....
Contatos são possíveis atrav´s do telefone 081- 3033-4568/ 86354564/86760522
Pr. Paulo Branco, Pra Márcia Branco e David, Deborah, Gabriel.
Contamos com suas orações

sexta-feira, 15 de abril de 2011

MENINAS REFUGIADAS EM GUINÉ BISSAU....(Fuga ao casamento precoce) A primeira etapa de ajuda chegou....

Caetano Indami

 para José, mim
mostrar detalhes 14:37 (17 horas atrás)

Ola querido Pastor Xavier e Pra Marcia!
Envio este para confirmar a recepçao dos 1400 Reais que mandaram, fnalmente chegou as nossas as maos garças a Deus!.
Por isso agradecemos do fundo do coraçao este vosso generoso gesto, e paciencia em como faze-la chegar ao destino.
Realmente chegou na boa hora, pois uma parte vai para pagar as proprinas ( Em Guiné Bissau propina é o pagamento regular mensal da escola)* das Escolas das meninas, outra parte para ajudar com  sustento das mesmas, e outra parte paras comprar coisass de uso pessoal delas.
Garanto que brevemente vou enviar  fotografias delas para confirmar io que estao fazendo  neste momento.
Para terminar, quero mais uma vez agadecer de fundo do coraçao este gesto.
Muuito obrigado, que Deus abençoe.
No amor em Cristo
Pr. Caetano e Joana Indami
*EScolas e hospitais Em Guiné Bissau, são públicos, mas não gratuitos...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Guiné Bissau- Orando Pelas fronteiras

Crise na fronteira entre Senegal e Gâmbia afeta Guiné-Bissau

Em vista da gravidade do assunto, o presidente bissau-guineense, Malam Bacai Sanhá, foi solicitado para encontrar uma solução.
Da Redação, com Pana
Bissau - A crise na fronteira entre a Gâmbia e o Senegal está a afetar o abastecimento normal de mercadorias ao mercado da Guiné-Bissau, disse nesta quinta-feira uma fonte da Câmara de Comércio, Indústria e Agricultura (CCIA), em Bissau.

O presidente da CCIA, Braima Camará, disse que, em vista da gravidade do assunto, o presidente bissau-guineense, Malam Bacai Sanhá, foi solicitado para encontrar uma solução.

Braima Camará afirmou que os comerciantes bissau-guineenses informaram que vários camiões estão bloqueados na fronteira entre a Gâmbia e o Senegal.

A Gâmbia é um enclave no território do Senegal e possui um importante porto de escoamento de produtos para os países vizinhos, nomeadamente o Senegal e a Guiné-Bissau.

Entretanto, o desentendimento entre as autoridades fronteiriças gambianas e senegalesas originou igualmente a paralisação da jangada que faz a ligação entre os dois países, impedindo assim a passagem de camiões em direção à Gâmbia e a Guiné-Bissau.
Àfrica 21-Digital

sexta-feira, 4 de março de 2011




Muçulmanos...a Descendência perdida de Abrãao.

Depois do dia 11 de setembro de 2001, o mundo nunca mais foi o mesmo....
A maneira como vemos o Islã, e seus seguidores, presentes em toda a parte em menor ou maior escala, foi afetada profundamente após este dia. A Imagem das torres gêmeas em fumaça...o mundo chocado relutando em acreditar naquilo que seus olhos viam...
De Onde vem este misterioso povo? Por que olham o restante do mundo como se fossem seus inimigos em potencial?
Vale a pena viajar no tempo e voltarmos até aproximadamente 2000 anos antes do nascimento de Cristo, um ancião, da idade de 86 anos acaba de ser Pai, de um lindo garoto: Ismael. Não era ele, filho de sua esposa Sarai, mas de sua escrava, Agar. Havia a promessa de um filho para este casal, e devido á idfade avançada, imaginaram que deveria dar um jeitinho e ajudar a promessa a se cumprir...
como resultado temos agora um filho ilegítimo...mas não desamparado por Deus. Ele era semente de Abraão, e as promessas ditas á Abraão concernentes a sua descendência também repousavam sobre ele, Ismael. Ele também agora era descendente de Abraão.
Veja o texto bíblico abaixo:
Gênesis 16:8-12

" Então o anjo do Senhor, achando-a junto a uma fonte no deserto, a fonte que está no caminho de Sur,

8 perguntou-lhe: Agar, serva de Sarai, donde vieste, e para onde vais? Respondeu ela: Da presença de Sarai, minha senhora, vou fugindo.

9 Disse-lhe o anjo do Senhor: Torna-te para tua senhora, e humilha-te debaixo das suas mãos.

10 Disse-lhe mais o anjo do Senhor: Multiplicarei sobremaneira a tua descendência, de modo que não será contada, por numerosa que será.

11 Disse-lhe ainda o anjo do Senhor: Eis que concebeste, e terás um filho, a quem chamarás Ismael; porquanto o Senhor ouviu a tua aflição.

12 Ele será como um jumento selvagem entre os homens; a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; e habitará diante da face de todos os seus irmãos."
Bem, a promessa do Deus todo poderoso para Abrãao era clara : " Em Isaque será chamada a tua descendência".
Os muçulmanos, com aproximadamente 1,3 bilhões de adeptos, são encontrados em centenas de grupos étnicos diferentes ao redor do mundo e, possivelmente, três quarto das pessoas do mundo muçulmano não possuem antecedentes árabes. Entretanto, o modo de viver e cultura árabe de Maomé influenciou profundamente o islamismo.
Segundo algumas fontes de pesquisa, existem, no mínimo, três tipos de árabes no Oriente Médio: os jotanianos (da linhagem de Jotão, filho de Gideão), os ismaelitas (da união de Abraão com Hagar) e os queturaítas (da união de Abraão com Quetura).
Após a morte de Sarai, Abraão contraiu novas núpcias com Quetura, e dela nascem-lhe mais seis filhos Ismael, Isaque, Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque, Suá.
Ismael gerou 12 príncipes árabes, assim como isaque em jacó veio a gerar 12 príncipes.
Entretanto todas a promessas de bênçãos atemporais estavam sobre Isaque, um tipo de Cristo.E a descendência e Abrãao esteja onde stiver, terá de voltar para debaixo da renda de Isaque, a fim de obter  a bênção completa...
Tenda esta representada hoje por Jesus.
continua...



segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Etapa Jerusalém...Nasce uma Nova Igreja em Garanhuns..






Ter orado, sonhado, compartilhado e trabalhado junto com a igreja do nazareno de Arcoverde ( Rev. Wladimir e Gerlane) em Parceria com a minha, Igreja do Nazareno na Tamarineira Revs Rubens  e Sílvia Rodrigues, foi bênção...foi glorioso.
 O Nascimento de uma igreja é sempre emocionante. poder ajudar a abrir uma agência de Salvação, é preciosíssimo
. As conversões se aproximaram de 56 entre adultos e crianças, e no culto após a nossa partida, a assistência chegou a 30 pessoas. o missionário Joseildo com sua esposa Maria, têm a incubência de assistí-los, e discipulá-los até que a igreja amadureça e receba um pastor.
Evangelizamos nas ruas, tivemos assistência social, pantomima, música...A Deus seja a glòria, pelas vidas alcançadas...
Nossa família, estava lá quase completa! rsrsrs! O david, O papai Pr. Paulo, a Deborah e eu...
Você poderá ver mais fotos deste trabalho em um slide show que postaremos ou em nosso orkut...
Trabalhando pelos não-alcançados,
Família Branco.
Frutificando onde estivermos até chegarmos em Guiné Bissau....
Pra Márcia Branco

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Meninas refugiadas em Guiné Bissau...Ajuda a Caminho!

Ola Pra Marcia !
Espero que tudo da certo contigo.
Quero aproveitar esta oportundades para apresentar os meus antecipado agradecimento(porque ainda nao recebia a confirmaçao da transferencia) pela a sua dedicaçao, e amor que tens demostrado para com o povo de Deus e sobretudo para com estas meninas que estao ja quase um ano fora da sua familia por causa sa sua fe em Cristo, da qual voce tens abriu o coraçao dando as atençao na suas necessidades como a mae espiritual.
Que Deus continue abrir as portas na devulgaçao desta penuria setuaçao das meninas que nao estao recebendo nenhum apoio quer da comunidades internacional, como da parte do Governo!
Quero reconfirmar te que quando Oferta chegar, vou fazer  o que me pediste para melhor informaçao e relatorio a doadores.
       Saudaçao cordiais
Pr. Caetano e Joana Indami

domingo, 23 de janeiro de 2011

Tá Faltando Homem...

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Tá faltando homem.

     É lastimável ver um sacerdote deixando seu posto, um atalaia descendo da torre de vigia, um segurança abandonando a guarita, é lastimável.
      A insegurança visita o coração das pessoas que descansam naquela vigilância.

      O medo dos inimigos toma conta da cidade e seus moradores caminham como presas na mira de predadores famintos. 


      A intercessão termina, a autoridade é desprezada pelo seu próprio possuidor.
      Da mesma forma é triste e frustrante quando homens 'crentes' negligenciam o posto sacerdotal na sua família.  
      Há muitos que só vão aos cultos quando as esposas vão, que só fazem alguma coisa se a esposa estiver fazendo, que são a sombra da vida espiritual que suas mulheres tem.

      Homens que se omitem de educar os filhos e, quando o fazem, confundem educar com adestrar. 
      Não, eles não querem ter mais um trabalho, eles querem que funcione.

      Muitos alimentam um sentimento velado de heróis pelo 'supremo sacrifício' de levantar cedo todo dia de manhã para trabalhar.
      Eles não tomam mais as crianças pela mão para levá-las à Escola Bíblica, não gastam 1 hora por semana sequer para fazer um culto doméstico, rotulando-o como religioso e ultrapassado, simplesmente como desculpa para não fazer N-A-D-A.
      Homens que não vão mais ao quarto dos filhos, abençoá-los antes do sono.
   
Há casos especiais de uns caras que mais parecem precisar de uma   chupeta, uma mamadeira e fraldas, tamanha fragilidade, tamanho dodói.
     

      A esposa tem que ser mãe dos filhos e mamãe do marmanjo que se ressente com tudo, que desiste por tudo e só dá uma de macho dominante no seu habitat (isso de vez em quando).
      O Reino de Deus sente falta dos valentes, dos guerreiros que não se acomodavam tão facilmente, dos que não depunham suas armas por causa da Internet, da preguiça ou do futebol.


       O Reino de Deus precisa dos homens valorosos das histórias, dos bravos que deixavam seus nomes impressos na calçada dos destemidos.
       
Agora o pior e mais urgente: 
As mulheres de Deus precisam dos seus guerreiros no lugar de guerreiros.

      Muitos lares não tem refletido graça, paz e ordem por causa dos  papéis invertidos.
      Parte das mulheres que se tornaram valentonas viveram com homens omissos.
      Saíram à frente por livre e espancada vontade, empurradas pelos maridos.
      Aprenderam a comandar (e gostaram disso) porque ao seu lado estavam homens que abandonaram o posto.
      Não, eu não sou machista! Eu leio a Bíblia, apenas isso, e nela se vê claramente o que Deus colocou nas mãos do homem.
      Eu não sou machista, eu sou uma mulher de Deus e sei o que mulheres de Deus sentem quando o homem da casa é falto de entendimento (e de vontade) para dar a proteção e a segurança que elas precisam. 
      Legal se você, homem cristão, é um bom provedor, se na sua despensa não falta nada, se seus filhos frequentam escola paga e você é dizimista.

 
    
      Mas lamento te dizer que estas coisas não fazem de você o nosso herói!!


      O homem mais amado, mais respeitado e mais reconhecido nem sempre tem seu foco só para a provisão.
      O verdadeiro herói das famílias talvez não tenha as mesmas coisas que você tem, mas...

**conduz a honra de ser o cabeça do lar (Ef. 5:23)
**tem coração para amar a esposa como Cristo amou a Igreja e coragem para se entregar sacrificialmente por ela (Ef. 5:25)
**tem consideração para lidar com a mulher como parte mais frágil
**entende que a dignidade  no relacionamento é a senha para que suas orações não sejam interrompidas (I Pe. 3:7)
**ainda ora com os filhos e os incentiva com seu exemplo pessoal a servir no Reino.  

      Abrão colocou Sarai na frente porque se borrou de medo do Faraó do Egito e isso não foi bom (Gn. 12:11-16). 

      Dou graças a Deus por ainda haverem muitos homens cuja mente não está conformada com este mundo, não foi deformada pela ignorância, influenciada pelos modismos ou tampouco visitada pelas distorções.
     
      Parabenizo e destaco aqui um ministério chamado 'Homens de Valor'.
      Conheça-o aqui

Que me perdoem os frágeis e sensíveis, mas hombridade é fundamental.

ADOTE ESTE POVO:

Os fulas eram pastores de gado e ovelhas que no século XV entraram no ocidente da África. Alguns ficaram e passaram a dedicar-se à agricultura adotando a organização social dos mandingas e dos chamados fulacundas ou fulaforros. Devido a uma guerra travada no século XIX outros fulas vindos do norte começaram a imigrar com escravos de origens distintas chamados fulas "negros". Isso resultou em uma sociedade de classes estratificadas sendo os fula forros os "livres" e os fulacundas os "escravos"

Estatísticas

O POVO

Nome do Povo: Fulacunda
País: Guiné-Bissau
Sua língua: Fulacunda
População: 180000
Maior Religião: Islamismo
Cristãos: .03%
Escrituras disponíveis em sua Língua: Porções Bíbl
Evangélicos (desse povo no país): 70 (.04%)
.

Carta da Missionária Eugênia : Guiné- Bissau!

De:
Eugenia Yatibuto Bedeslei

A paz do Senhor!
Boas Festas e feliz 2010.
Peço desculpas pelo silêncio prolongado da minha parte é porque não
foi nada fácil o último trimestre passado, senti mesmo a força das
vossas orações me sustentando. O médico aqui descubriu que o meu pai
estava com tumor mas aqui na Guiné não tem aparelhos para descobrir se
o tumor é maligno ou não e eu não tenho recursos para levar o meu pai
para fora do País, foi muito difícil para mim, mas como ele estava com
muitas dores, orei e depois Deus tocou no coração de um irmão e ele me
emprestou o dinheiro aí liberamos o médico para fazer cirurgia e
graças a Deus correu bem eu creio, simplesmente eu tenho que crer e
mais nada. Graças as vossas orações estamos aqui indo na graça de
Deus.
Estamos indo muito bem nos encontros das Filhas de Sara mas este ano
decidimos colocar esses encontros uma vez por mês porque as irmãs
todos os sábados tinham que estar fora das suas casas porque tem
outras actividades além das Filhas de Sara e aquelas que são casadas
com homens que não são crentes estavam tendo problemas com seus
maridos. Orem por nós aqui porque o diabo está atacando muito as irmãs
porque o trabalho está correndo muito bem mas não vamos temer o diabo
com seus demónios já estamos certas de que já vencemos simplesmente
temos que ser prudentes.
Orem muito pelas irmãs: Muscuta, Elimiana e Marlem. A Marlem o marido
bateu nela no sábado passado dia 9 do corrente e deixou ela fora de
casa durante a noite e eu sem poder fazer nada simplesmente estava
orando a noite e falando com ela durante a noite para a encorajar
porque ela estava muito triste e desanimada. Orem todos os dias por
nós principalmente por essas irmas e seus maridos, está muito
complicado e muita coisa pra mim.
Amo muito vocês e acredito muitas irmãs viram para o nosso acampamento
para ajuntar-se conosco e nos ajudar. Até breve se Deus quiser.
Sejam sempre perseverantes na ob ra do Senhor ... Coloss. 3:23. Neemias 4:20