tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Quem Somos Nós...O que fazemos Nós...

Pastora Márcia nascimento


Professora, psicopedagoga clínica e institucional,musicista, técnica em computação. Estrategista em missões transculturais.
Presidente da Fundação Red Horses- Para conhecer mais acesse www.redhorsesgroup.blogspot.com.

Contribuições:
Banco Bradesco -Ag 1599-7
conta 0211827-0

Marcia Maria Nascimento de Souza

Você se Importa...

DOAÇÕES

Notícias SBB

Um Milagre para Guiné Bissau

Quem sou eu

Minha foto

 ministra do evangelho, com experiência e alvos relacionados a missões nacionais, culturais e transculturais, bem como transnacionais.

Ministrar a mulheres em situações de risco.Treinar mulheres na Costa Oeste Africana, para geração de renda e melhoria da educação formal e familiar.

Seguidores

quarta-feira, 14 de abril de 2010

S.O.S MISSÕES

Que os campos estão brancos para a ceifa...Isto todos nós sabemos! É visível a maneira como Deus mesmo, tem passado adiante de nós, preparando a seara para a grande colheita que se aproxima...Entretanto, onde estão os ceifeiros?

O Senhor Jeus nos ensinou que deveríamos rogar ao Senhor da Seara a fim de que este enviasse os ceifeiros; e creio firmemente que como resposta de oração, Deus tem movido o centro de gravidade de envio de missões, do Norte para o Sul, e hoje o Brasil já não é mais os " confins da Terra", mas uma nação "enviadora" ou precisamos aprender a ser...

Estatísiticas mostram segundo Paul Freston, que mudanças começam a acontecer no cenário do campo Missionário: Onde predominavam mulheres, começa a crescer o número de casais...Famílias no campo Missionário. De cada dois mil quinhentos missionários brasileiros enviados cerca de 80% irão para áreas semelhantes culturalmente, mas cerca de 18% caminha para a Janela 10/40.

Isto nos remete ao fato de que o Enviar de hoje,na igreja brasileira, precisa tormnar-se diferente do Enviar de ontem.

Temos tantos mitos em nossa cabeça quanto á identidade do missionário, que nos afastam de nosso papel verdadeiro de enviar cuidando integralmente, a fim de que não faltem ceifeiros...

Precisamos então à luz da Palavra de Deus desconstruir mitos tais como:


* O missionário,não precisa de muito, ele afinal de contas é alguém que abriu mão de tudo e está pronto a ser um mártir....

Na verdade a palavra mártir quer dizer testemunha, e testemunha do Senhor Jesus portanto somos todos nós e devemos estar dispostos a enfrentar o que for preciso em testemunho ao Senhor Jesus...Mas se estes sofrimentos virem...deveriam vir como fruto das adversidades do campo e não como resultado da indiferença e falta de compromisso da igreja...Não deveria ser a igreja a " martirizar" os seu enviados!


* O missionário é um Mendigo! está sempre pronto a Pedir...

Missionários são Embaixadores e não mendigos! Não deveriam ter de pedir coisa alguma se a igreja estivesse atenta a cumprir o seu papel.tornar-se mantenedor de um missionário, não é apenas dar-lhe dinheiro, ou prover suas necessidades materiais, é muito mais; è associar-se, tornar-se participante do ministério que ele desenvolve...


* O missionário, é alguém fracassado que escolheu Missões por não ter conseguido ser algo melhor...

Nada mais longe da verdade! É só darmos uma boa olhada na vida e chamado do Apóstolo paulo por exemplo...Deus chama, seleciona, não porque alguém não seja capaz de nada mais fazer. Há pessoas excelentes em suas áres seculares, mas que chamadas por Deus abrem mãol de tudo para cumprirem com o propósito de Deus em suas vidas.A igreja de Antioquia da Psídia, não deu para missões o refugo...mas o seu melhor: Paulo e Barnabé!
DEvemos investir e nviar o nossos melhores, e recohecermos a cada um deles como embaixadores selecionados por Deus na missão de reconciliar o mundo com Ele!


Mas então Precisamos após a compreensão exata de quem é o Missionário à luz da Palavra de Deus,redescobrirmos quem são aqueles que ficam...


Os que ficam, seriam os que não tem um chamado? Menos espirituais, aqueles com quem Deus sabia que não poderia contar? De modo algum! Na verdade se todos fossem a linha de frente, se todos fossem enviados, quem enviaria a outros? Quem seguraria as cordas?
Tão importantes quanto os que vão obedecendo à voz do Mestre, são os que ficam obedecendo a voz do mestre, cumprindo com excelência o ministério de segurar as cordas...
E quão importante é hoje descobrir ou melhor redescobrir este chamado, e este papel as vezes não valorizado, o de enviar...
Da mesma forma como Deus habilita e sustenta aqueles a quem chama para ir, Ele habilita e sustenta queles que foram chamados a ficar para serem mantenedores, intercessores,elos entre a igreja e o missionário no campo!

Os campos branquejam, há ceifeiros, mas quem os enviará, quem os sustentará, quem os apoiará?

O avanço do Reino de Deus na Terra, dá-se como resultado do trabalho de um poderoso exército. E este, como todo exército tem seu pelotão de infantaria, de retarguarda...

è a ti que DEus fala neste momento, se não és um enviado, então sem sombra de dúvidas és um enviador...

O fazer missões nem sempre será prazeroso, requer renúncia, sacrifício, doação...entretanto nenhum desses itens, pode comparar-se á doação que nos foi feita por DEus - Jesus!




Então seguremos bem firmes as cordas a fim de que outros possam descer apropriadamente ao fundo do abismo, seguros de que as cordas não serão largadas, e assim eles poderão efetuar o resgate das vidas, não importa quão profundo seja o poço!

Então você irá ou enviará?

Pra. Márcia Branco

Carta Missionária...Envolva-se!!!

>


“Em todas estas coisas, porém, somos mais do vencedores, por meio daquele que nos amou.” Rm 8.37 

Amados irmãos,
Graça e paz,
Antes de qualquer outra coisa, pedimos desculpas pela ausência de notícias. Queremos também agradecer aqueles que mantiveram contato conosco, sempre nos dando uma palavra de encorajamento. Obrigado ainda a todos pelas orações e apoio na retaguarda.

Notícias da Família
Como vocês acompanharam, tivemos algumas enfermidades logo no início do ano. Graças a Deus, tudo está bem agora.
Quanto à gravidez, está tudo bem. Fizemos dois exames de Ultra-som, mas ainda não conseguimos saber o sexo.
Andrezinho segue bem na escolinha aqui e Deus nos abriu a porta para o matricularmos no CIER, programa de educação à distância oferecido pelo Colégio Anglo Americano. Recebemos já todo o material e iniciamos as aulas em casa. Temos nos revesado neste processo. Ele tem gostado demais, está super feliz!!
Estaremos retornando ao Brasil dia 09 de Maio quando Suerda estará entrando no quinto mês de gravidez. Iniciaremos, então, o pré-natal e aguardaremos a chegada do bebê, em Setembro. Planejamos retornar à Guiné Bissau em Janeiro de 2011, quando o bebê já terá tomado as primeiras vacinas. Temos orado para que o senhor nos dê um tempo abençoado no Brasil junto da nossa família, amigos e igrejas.
Pensando neste tempo, temos antecipadamente programado as nossas visitas às igrejas até a primeira quinzena do mês de Agosto, e depois durante o mês de Novembro, pois no restante do tempo estaremos dedicados à família e ao nosso retorno ao Campo.

Um breve resumo
Janeiro
-         Recebemos a visita do casal Bruce e Caroline Pinkie. Vieram especificamente para nos trazer ferramentas preciosas sobre plantio de Igrejas entre muçulmanos e também nos auxiliar no planejamento de alvos em equipe.
-         Conferência Anual da WEC: durante uma semana, estivemos juntos com todos os missionários da WEC para um tempo de comunhão, oração, e também para planejarmos.

Fevereiro
-         Apesar das enfermidades que enfrentamos, conseguimos fazer algumas viagens e concluir o mapeamento geográfico da região sul de Gabu, num perímetro de aproximadamente 50Km. Descobrimos duas aldeias estratégicas bem localizadas, Bani e Madina Caña, respectivamente.
-         Participamos do segundo Seminário para Ex-muçulmanos realizado pela Igreja Central de Gabu, igreja onde congregamos. Um tempo muito precioso no qual podemos ouvir testemunhos e sermos encorajados.

Março
-         Depois do mapeamento geográfico, temos feito visitas regulares tanto como equipe quanto pessoalmente à aldeia de Bani.  No início das visitas, toda a aldeia se reuniu para decidir se nos receberiam. Estando autorizados a estar com eles, André tem ido três vezes por semana. O alvo inicial é desenvolvermos um bom relacionamento com o povo e o aprendizado da língua fula. Tem sido uma experiência empolgante e desafiadora.

ORE CONOSCO
l  Por nossa família. Que o Senhor nos dê saúde e nos fortaleça.
l  Por nossa preparação e viagem de retorno ao Brasil. Estamos na reta final para concluirmos o que planejamos.
l  Pelo aprendizado do Fula e pelo relacionamento com a aldeia de Bani.
l  Pela PAZ na Guiné Bissau. Dia 01 de Abril, houve mais uma tentativa de golpe militar.

Pr André, Suerda, Andrezinho e baby – seus missionários


Queridos orem por esta família linda e abençoada. Estão servindo no leste de Guiné-Bissau em Gabu. Entre o povo fula a etnia que Deus também nos deu.

ADOTE ESTE POVO:

Os fulas eram pastores de gado e ovelhas que no século XV entraram no ocidente da África. Alguns ficaram e passaram a dedicar-se à agricultura adotando a organização social dos mandingas e dos chamados fulacundas ou fulaforros. Devido a uma guerra travada no século XIX outros fulas vindos do norte começaram a imigrar com escravos de origens distintas chamados fulas "negros". Isso resultou em uma sociedade de classes estratificadas sendo os fula forros os "livres" e os fulacundas os "escravos"

Estatísticas

O POVO

Nome do Povo: Fulacunda
País: Guiné-Bissau
Sua língua: Fulacunda
População: 180000
Maior Religião: Islamismo
Cristãos: .03%
Escrituras disponíveis em sua Língua: Porções Bíbl
Evangélicos (desse povo no país): 70 (.04%)
.

Carta da Missionária Eugênia : Guiné- Bissau!

De:
Eugenia Yatibuto Bedeslei

A paz do Senhor!
Boas Festas e feliz 2010.
Peço desculpas pelo silêncio prolongado da minha parte é porque não
foi nada fácil o último trimestre passado, senti mesmo a força das
vossas orações me sustentando. O médico aqui descubriu que o meu pai
estava com tumor mas aqui na Guiné não tem aparelhos para descobrir se
o tumor é maligno ou não e eu não tenho recursos para levar o meu pai
para fora do País, foi muito difícil para mim, mas como ele estava com
muitas dores, orei e depois Deus tocou no coração de um irmão e ele me
emprestou o dinheiro aí liberamos o médico para fazer cirurgia e
graças a Deus correu bem eu creio, simplesmente eu tenho que crer e
mais nada. Graças as vossas orações estamos aqui indo na graça de
Deus.
Estamos indo muito bem nos encontros das Filhas de Sara mas este ano
decidimos colocar esses encontros uma vez por mês porque as irmãs
todos os sábados tinham que estar fora das suas casas porque tem
outras actividades além das Filhas de Sara e aquelas que são casadas
com homens que não são crentes estavam tendo problemas com seus
maridos. Orem por nós aqui porque o diabo está atacando muito as irmãs
porque o trabalho está correndo muito bem mas não vamos temer o diabo
com seus demónios já estamos certas de que já vencemos simplesmente
temos que ser prudentes.
Orem muito pelas irmãs: Muscuta, Elimiana e Marlem. A Marlem o marido
bateu nela no sábado passado dia 9 do corrente e deixou ela fora de
casa durante a noite e eu sem poder fazer nada simplesmente estava
orando a noite e falando com ela durante a noite para a encorajar
porque ela estava muito triste e desanimada. Orem todos os dias por
nós principalmente por essas irmas e seus maridos, está muito
complicado e muita coisa pra mim.
Amo muito vocês e acredito muitas irmãs viram para o nosso acampamento
para ajuntar-se conosco e nos ajudar. Até breve se Deus quiser.
Sejam sempre perseverantes na ob ra do Senhor ... Coloss. 3:23. Neemias 4:20